Sexta-feira, 1 de Setembro de 2006
"Portugal teria perdido riqueza sem imigrantes" e "se não fosse a chegada a Espanha de mais de três milhões de imigrantes nos últimos dez anos, a economia deste país poderia ter entrado em recessão", são os títulos das notícias que encontrei aqui e aqui .

Noutro lado encontrei a notícia da preocupação do governo espanhol em obter a ajuda dos restantes membros da UE para conter a imigração ilegal, face ao elevado número de clandestinos que, durante este mês de Agosto, chegaram às Canárias (cfr. aqui).

Se a informação fosse música diria que aqui está uma peça assaz dissonante...

Mas não foi a única.

A propósito da escolha do novo Procurador Geral da República, e de uma notícia da Lusa, segundo a qual o governo preferiria, para esse lugar, por ordem decrescente de prioridade, um magistrado do MP, um juiz e, finalmente, uma "personalidade do meio jurídico", manifestaram-se os "operadores judiciários".

Os representantes dos sindicados dos magistrados declararam não ter ficado surpreendidos com esta posição do governo ( cfr. aqui e aqui). Já a Ordem dos Advogados terá ficado perplexa (cfr. aqui).

No que respeita à política de imigração, e por desconhecimento da matéria, limito-me a registar a "dissonância" e mais não sou capaz de fazer.

Mas no que respeita à escolha do PGR, e face à posição da OA, atrevo-me a desejar que o sucessor do Dr. Souto Moura não tenha um ouvido sensível...

tags:

publicado por Nicolina Cabrita às 00:33 | link do post | comentar

3 comentários:
De Anónimo a 1 de Setembro de 2006 às 11:12
Esta noticia foi desmentida pelo proprio Governo.Não terá assim razão de ser a perplexidade?!?!Por vezes é preciso perceber para além da cortina...


De omega a 1 de Setembro de 2006 às 23:03
Caro/a anónima
Importa-se de deixar o link para o desmentido do Governo ou dizer-me onde o posso encontrar? É de facto importante levantar a cortina.


De NC a 2 de Setembro de 2006 às 01:31
Desmentido do Governo, veiculado pelo porta voz do Conselho de Ministros, não encontrei.

O que a imprensa refere (cfr., por ex. a notícia do Correio da Manhã, que encontra através do primeiro link) é que a notícia "apanhou de surpresa" o Ministro Costa e o respectivo Ministério, o que não é bem a mesma coisa...
Aqui deixo o link para a notícia mais recente que encontrei sobre esta matéria:
http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1268809&idCanal=12

De qualquer forma, e ao contrário do Caro Anónimo, continuo a achar que não está em causa saber se a posição da OA, veiculada pelo seu Bastonário, é ou não a "politicamente correcta". Isso cabe ao Ministro.
A preocupação da Ordem deve ser assumir a posição que melhor defenda os interesses da profissão. É isso que lhe cabe.


Comentar post

mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

...

Há vida além da Ordem...

de leitura obrigatória...

A quem interessar...

A vingança dos fracos

FICHA DO DIA

Uma questão de fé? Então....

Uma questão de fé? Afinal...

Uma questão de fé?

Já agora, valia a pena pe...

arquivos

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

tags

adelino da palma carlos

advocacia

alberto luís

alfredo gaspar

angelo d'almeida ribeiro

antónio marinho e pinto

antónio osório de castro

joão pereira da rosa

jorge ferreira

josé alves mendes

josé antónio barreiros

josé carlos mira

josé miguel júdice

justiça

marco aurélio

notas soltas

ordem dos advogados

pedro alhinho

prémios

reforma de bolonha

renato ivo da silva

ricardo sá fernandes

rogério alves

singularidades nuas

teresa alves de azevedo

vital moreira

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds